quarta-feira, 11 de abril de 2007

Abraços grátis

Ainda não encontrei ninguém segurando um cartaz dizendo “abraços grátis”, mas sei que está na moda. Free Hugs: esta é a mais nova febre que se internacionalizou pela Internet. A história começou na Austrália, com um cara chamado Juan Mann. Depois de voltar pra terra natal, ele se sentiu sozinho e teve a idéia de andar pelas ruas com um cartaz escrito “Free Hugs”, ou seja, abraços grátis. Se você é como eu e ainda não tinha visto o filme acessado mais de 100 mil vezes no You Tube que conta como foi o início de tudo, espia logo aí abaixo.

Sendo moda ou uma reedição do paz e amor dos anos 60, vá dizer que não é bom um abraço gostoso, sincero, com vontade, não aquele de tapinha nas costas. Então, mãos à obra, ou melhor, braços. Olhe pro colega que está ao seu lado agora (e talvez esteja com aquela cara de quem amanheceu com o pé destapado) e surpreenda-o com um abraço. Difícil? Nem tanto. Ah se todas as modas fossem tão saudáveis e divertidas como essa!


Um abraço carinhoso pra você, Roberta