quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

Pesca predatória

Desculpe a ignorância: só hoje descobri que temos um ministro da aqüicultura e pesca. Aliás, descobri também que ele usou o cartão corporativo – um cartão de crédito que permite aos bacanas da esplanada dos ministérios gastar o dinheiro do povo – pra pagar uma conta de R$ 512,60 em uma churrascaria em Brasília. O ministro Altemir Gregolin disse que a despesa é relativa a um almoço de negócios: ele teria recebido uma comitiva pesqueira da China.

A pergunta que não quer calar: se a comitiva era "pesqueira" por que foram a uma churrascaria? Pô, seu ministro, já sou obrigada a pagar a conta, mas não precisa subestimar a minha inteligência!